Saiba Mais

Porque a Música é Vida!

Entrega de troféus aos vencedores da 2ª Edição do Prémio SCM, na Gala Musical, marcou, numa noite emocionante de música e de premiação

Entrega de troféus aos vencedores da 2ª Edição do Prémio SCM, na Gala Musical, marcou, numa noite emocionante de música e de premiação, o ato central da celebração do 10º aniversário da SCM e da Comemoração do Dia Africano de Autor e da Gestão Coletiva em Cabo Verde.
 
A Sociedade Cabo Verdiana de Música apresenta os melhores cumprimentos aos destinatários do presente e no âmbito da 2ª Edição do Prémio SCM, que constituiu igualmente o ato central da celebração do 10º aniversário da SCM e da Comemoração do Dia Africano do Direito de Autor e da Gestão Coletiva em Cabo Verde, comunica que foi com muita emoção que celebrou o seu décimo aniversário no palco, com a entrega dos troféus aos premiados, numa noite repleta de música cabo-verdiana, aberta ao público e contemplada pelo povo cabo-verdiano, parceiros da SCM, nacionais e internacionais, do setor público e privado, artistas e autores membros da SCM, Sócios Fundadores da SCM e colaboradores desta entidade de Gestão Coletiva de Direitos Autorais.
 
Durante a Gala Musical da noite de ontem, 2 de Setembro, que teve lugar na Praça Luís de Camões, na Cidade da Praia, foram anunciados os vencedores da 2ª edição do Prémio SCM, com a entrega de troféus aos premiados, membros da SCM, cujas suas músicas, lançadas no ano de 2022 e que contaram com a maior votação na plataforma do Prémio SCM, nas categorias de Melhor Música Tradicional e Clássica e Melhor Música Urbana e Moderna, bem como aos Utilizadores Guardiões, que são um exemplo no pagamento do Direitos Autorais em Cabo Verde e são Copyright Friendly e ainda ao Prémio Carreira, o grande homenageado da noite, que foi eleito na Assembleia Geral da SCM, no passado mês de Agosto do corrente ano.
 
A música vencedora na Categoria de Melhor Música Tradicional e Clássica, na vertente Tradicional Moderna, foi “Bedjera”, de Elida Almeida.
 
Elida Almeida arrebatou 3 Prémios nesta segunda edição do Prémio SCM, tendo sido eleita como Melhor Intérprete, Melhor Autora e Melhor Compositora, na categoria de Música Tradicional, na vertente tradicional moderna. Já o melhor Arranjador da Música Tradicional e Clássica, na vertente tradicional moderna, foi arrebatado pelo produtor musical e arranjador Hernani Almeida. O melhor produtor fonográfico nesta categoria foi atribuído à Lusafrica.
 
Na Categoria de Melhor Música Urbana e Moderna, a música “Sónia”, de Ruben Teixeira e Christian Mendez foi a vencedora da noite. Ruben Teixeira e Christian Mendez arrebataram os prémios de melhores autores, melhores compositores e melhores intérpretes, na categoria de Música Urbana e Moderna.
 
Já o Melhor Arranjador da Música Urbana e Moderna ficou nas mãos do arranjador Sany Sans Beats do Raçamau e o Melhor Produtor Fonográfico foi atribuído a Label RM Family.
 
Na Categoria de Utilizador Guardião, os vencedores foram 5ªL da Música, que conquistou o prémio de Melhor Utilizador Guardião Permanente e Serenata Produções que conquistou o prémio de Melhor Utilizador Guardião Pontual, enquanto utilizadores Copyright Friendly's, que exercem as suas atividades com o escrupuloso respeito pelos direitos autorais e promovem a importância do pagamento dos direitos autorais.
 
O Prémio Carreira foi a grande homenagem da noite e sem dúvida um dos momentos mais emocionantes da Gala Musical. Votado por unanimidade, na Assembleia Geral da SCM, o Prémio Carreira foi atribuído ao Dany Mariano, um dos maiores autores, compositores e intérpretes de Cabo Verde de todos os tempos, com mais de 50 anos de percurso musical.
 
Citando as notas biográficas elaboradas pelo Sociólogo, investigador, especialista em Ciências Musicais, César Monteiro,“a figura incontornável de Daniel Figueira Lopes da Silva Mariano, nasceu na Rua São João, Cidade do Mindelo, São Vicente, a 17 de janeiro de 1956”. “Além de exímio intérprete e show man no palco, Dany Mariano é um dos maiores compositores de sempre, que marcou particularmente as gerações dos anos 70 e 80 pela sua forma descontraída de estar na música. A sua primeira composição em crioulo, “Mundo ca cré”, teria sido feita em 1972. As suas composições, que privilegiam a qualidade, ultrapassam três dezenas com destaque, entre outras emblemáticas, como “Mi ê dode na bô Cabo Verde”, “Na ondas di bô corpu”, “Mundo ca cré”, “Vida tem um so vida” e “Nha Amiga”, as duas últimas composições feitas em parceria com Manel d’Novas. Gravada pela Cesária, Vida tem um só vida foi incluída na banda sonora do filme O testamento do Senhor Napumoceno. Em 2018, na anunciada ponta final da sua carreira a solo, Dany Mariano grava o seu segundo CD a solo com as dez composições mais emblemáticas do compositor que, no passado, fizeram grande sucesso como “América Terra d’Hollywood”, “Gata Morena”, “Mi ê dôde na bô Cabo Verde”, “Na Estrada d’Europa”, “Sandy”, “Mulata Coca-Cola” com uma roupagem nova” fim de citação.
 
No ato celebrativo, o público praiense que compareceu em massa na Gala musical da 2º Edição do Prémio SCM, participou de forma vibrante, com muita alegria, com forte interação com os vencedores dos Prémio SCM e com os magníficos artistas que abrilhantaram a noite, nas vozes emblemáticas, doces e melodiosas de Alberto Koenig, Grupo de Batucadeiras Tradison di Terra, surpresa da noite, Solange Cesarovna e Kim de Santiago, Sádia Youssouf, Indira, Homero Fonseca, Nataniel Simas, Hélio Batalha, Sónia Sousa, Nancy Vieira e o homenageado da noite Dany Mariano.
 
A SCM aproveita o ensejo para agradecer fortemente a todos que se juntaram a ela na Gala Musical de 2 de Setembro e aos parceiros honoríficos, parceiros oficiais, parceiros institucionais, media oficial e media partners, que se associaram à SCM na celebração da 2ª Edição do Prémio SCM e comemoração do seu 10º aniversário.
 
Juntos pelos Direitos de Autor e Conexos em Cabo Verde, Porque a Música é Vida!
scm_logo_branco_512.png
© 2024, Sociedade Cabo-verdiana de Música

Newsletter

Designed and Developed by iDEIA

Search